quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Um nome, algumas coincidências e muitas revelações

Há quase um ano sentia fortemente que engravidaria de uma menina a qualquer momento. Ficava com isso na cabeça e preocupada em me cuidar, pois sentia que ainda não era a hora. Cheguei até a conversar com Deus pedindo que esperasse um pouco para me enviar esse presente. Queria poder curtir essa gravidez na plenitude que ela merecia.

Eu sempre pressenti que minha filha seria muito especial, realmente um presente de Deus. Já imaginava como seria o quarto dela. Fiquei deslumbrada com a beleza dos elefantes indianos, depois de ter feito um especial de India no meu portal, e decidi que o quarto dela seria decorado com este tema e nas cores lilás, rosa, branco e dourado.

Eu vivi essa história por um bom tempo sem mesmo ter a possibilidade de engravidar, até que um dia num retorno com o meu marido, pois havíamos rompido por alguns meses, deixamos de lado os cuidados e assim veio a benção e eu engravidei.

O que aconteceu neste dia eu já contei no texto “O dia D”, mas gostaria de lembrar que neste dia o meu marido sonhou que eu estava grávida, que era uma menina e que se chamava Ágatha.

Ágatha realmente não era um nome que pensávamos para a nossa filha anteriormente, mas quando soubemos, três semanas depois, que estava realmente grávida, tivemos que aceitar este nome como uma escolha da própria alma que estava chegando a este mundo.

O nome já estava decidido. Mas, por mais que eu sentisse fortemente que estava grávida de uma menina e não conseguisse pensar em qualquer nome de menino, ainda não podia ter certeza, então fiz o exame de sangue para confirmar logo o que internamente já sabia.

Confirmadas as minha suspeitas, ou melhor, certezas, resolvi vasculhar o significado do nome Ágatha e descobri que signica boa, bondosa. Achei legal, mas achava que havia mais por aí.

Uma bela noite fui dormir e sonhei que estava numa feira livre de artesanato que me parecia na China. Olhava os vários artesanatos sem muito deslumbre até que achei uma tenda de perfumes. Lá resolvi procurar por um perfume para a minha filha, mas nada me agradava, até que me encantei com um frasco em especial.

Primeiro ele me chamou a atenção por ter um formato bem diferente dos outros. Era no formato de uma bola cortada pela metade com a parte reta para baixo e com uma tampa comum, cílindrica. Algo como um seio cortado.

Abri o frasco e o perfume me encantou. Alguém me perguntou de que era o perfume e eu dizia ser de Almíscar. Decidi que era o perfume ideal para a minha Ágatha. Depois disso acordei me remoendo com o que significaria aquele sonho. Por quê o formato ficou tão fortemente na minha mente? Por quê almíscar, se eu nem sabia o que era essa essência e nunca havia usado ou pesquisado sobre ela? Achei tudo muito estranho.

Resolvi ir atrás do significado da almíscar e descobri que ela era usada para aumentar o leite da mãe, além de ser afrodisíaco. Agora, sim, existe um sentido. Estou grávida e preciso ter leite para amamentar a minha filha. Esse sonho deveria ser uma dica. Me dei por satisfeita, mas o significado do nome Ágatha começou a me perturbar ainda mais. Resolvi pesquisar mais profundamente o nome novamente na internet.

Comecei a minha saga atrás deste significado que começou a me parecer tão importante. No começo só chegava ao tal significado literal da palavra como disse antes, mas uma hora eu fiz uma descoberta que achei fantástica. Descobri que existia uma santa com o nem de Ágatha e que pasmem, tinha seu dia comemorado no mês em que a minha Ágatha provavelmente irá nascer. Realmente por esta eu não esperava, mas tinha, agora, que descobri tudo sobre esta Santa Ágatha.

Comecei a nova pesquisa, agora para saber a fundo sobre a vida e morte de uma santa que não conhecia e que era falada com tanta admiração em vários sites pesquisados. Descobri, então sua história, foi aí que levei meu primeiro grande susto.

Santa Ágatha nasceu na Catânia e desde seu nascimento despertou a atenção de todos por sua beleza e pela luminosidade de seus olhos. Era filha de nobres comerciantes que a educaram no cristianismo, mesmo tendo que fazer isso a escondidas por conta da perseguição que estava sendo feita na época aos cristãos naquela região.


Agatha era muito inteligente e lindíssima o que encantou um senador romano que resolveu pedí-la em casamento. O que ele não sabia era que Ágatha era muito religiosa e que já havia decidido dedicar sua vida a Jesus, não podendo assim ser de outro homem.

Quando este homem poderoso descobriu que não conseguiria tê-la resolveu castigá-la brutalmente, alguns dizem que ele primeiro tentou colocá-la num prostíbulo para ser prostituta lá, mas Ágatha conseguiu sair de lá ilesa. Não satisfeito resolveu entregá-la ao imperador perseguidor dos cristãos, pois sabia como eram severos os castigos para quem insistisse continuar cristão.

Ela então foi submetida a julgamento e condenada! Foi, então, amarrada e arrastada sobre cacos de vasos e brasas acesas e depois lhe arrancaram os seios com ferros cortantes. O que fez ela respoder a tal brutalidade dizendo: “Não te envergonhas de mutilar na mulher o que tua mãe te ofereceu para amamentar?”.

Depois disso ela foi jogada na prisão sem direito a cuidados. Porém, nesta mesma noite, ela teve uma visão de São Pedro entrando em sua cela acompanhada de um menino segurando uma tocha para cuidar de seus ferimentos, o que fez com que ela acordasse curada e disposta no dia seguinte.

Devido a este milagre, o tal senador pediu que se intensificassem os castigos e então Ágatha foi despojada de suas vestes e arrastada sobre brasas, cacos de vasos, marcada com ferro e lançada ao calabouço, onde em lágrimas exclamava: “Meu Senhor Jesus Cristo, vós sois o meu coração e minha vida. Leve-me e faça-me eternamente sua!” Nesse exato momento um terremoto sacudiu a prisão e ela então veio a falecer.


Depois de ter descoberto isso tudo não tinha como não ficar surpresa. Vi que existia realmente uma ligação entre o meu sonho e a Santa que acabara de ter descoberto. Uma mulher que foi culpada por ser afrodisíaca e que teve seus seios cortados. Tudo está conectado agora. O frasco de perfume no formato de seio e que em seu interior tinha almíscar que serve para aumentar a quatidade de leite na mãe e que ainda é afrodisíaco tinha tudo ligado com a história da santa.

É claro que fiquei ainda mais curiosa com tudo e então resolvi saber mais sobre a cidade onde ela viveu este martírio, Catânia. Comeceia a pesquisar e primeiro fiquei encantada com a beleza do lugar. Só que num determinado momento fui pega pelo meu segundo e último susto, até agora, nessa minha descoberta intensa sobre este nome que surgiu pra mim como num passe de mágica.

Uma imagem com o nome Catânia ao lado da cabeça de um elefante surgiu. Como assim? Será que até o motivo que havia escolhido para minha filha antes mesmo de engravidar teria alguma conexão com esta história toda?

Fui a fundo descobrir tudo e, para minha perplexidade, o elefante que parece um elefante indiano como o do quarto da minha filha, pois é todo decorado, é o símbolo da Catânia. Existe uma fonte enorme e lindíssima na sua praça principal e até seu time de futebol usa o elefante em seu escudo. Isso realmente me deixou chocada e me fez só ter ainda mais a certeza de que a minha filha Ágatha tinha que ser Ágatha mesmo. Só me resta descobrir o porquê.








Um comentário:

  1. Parabéns por essa linda revelação na sua vida!

    ResponderExcluir